10 de dezembro de 2014 0 comentários

Escola Santa Tereza parabeniza o Assessor Cicero Lourenço

Cicero Lourenço - Mestrando
É com muito orgulho e satisfação, que parabenizamos de maneira alegre e sincera, mais uma conquista do nosso Assessor Financeiro, Cicero Lourenço (Cicim). Na noite de hoje, 12 de Dezembro foi divulgado o resultado final da seleção para o Mestrado em Desenvolvimento Regional Sustentável, pela UFCA - Universidade Federal do Cariri, o qual Cicero foi aprovado com êxito. Cicero, graduou-se em Ciências Econômicas, no primeiro semestre de 2014, com excelência na defesa da sua monografia, o qual abriu portas para o Mestrado. O seu projeto de Mestrado leva o nome da cidade de Altaneira, através do Projeto Arca, o qual foi a base  e o ponto central do trabalho.

Sentimo-nos felizes por mais essa conquista, ao tempo em que desejamos ainda mais sucesso em sua vida, este foi um largo passo, mas com certeza, você completará essa caminhada com sucesso, assim como vem fazendo em cada empreitada que você enfrenta. 


1 comentários

Estatísticas das Pesquisas do Projeto: "Aborto: Direito ou Crime?"


Iremos expor alguns dados estatísticos extraídos de algumas fontes jornalísticas, governamentais e de uma pesquisa realizada em nossa cidade sobre esse assunto. Apesar de afetar milhares de mulheres e custar muito caro aos cofres públicos, o aborto continua sendo tratado como uma questão delicada nas campanhas eleitorais e a maioria das autoridades procuram driblar o assunto.


Estimativas de abortos no mundo

Esse primeiro gráfico, traz o número de abortos realizados por mil mulheres em diversos países no mundo. Como pode-se perceber, a Romênia é um dos países com maior índice de abortos, com uma taxa percentual acima de 18%, em seguida a Rússia com 12% e notamos o Brasil com um percentual de 3,6% do número de mulheres que provocam aborto por ano.

Por falar em Brasil, o aborto é a quinta maior causa de morte materna no Brasil. Este próximo gráfico nos retrata essa triste realidade. Segundo a agência GLOBO no ano de 2011 foram realizados no Brasil mais de 931 mil abortos, reduziu para quase 891 mil em 2012 e em 2013 aconteceram cerca de 856.668 abortos. Ao longo dos últimos dez anos, estimativas indicam que em torno de 8,4 milhões de mulheres interromperam a gestação no Brasil.


Esse número exagerado de abortos no Brasil traz consigo prejuízos aos cofres públicos. Pesquisas revelam, que somente no ano passado, foram mais de 205 mil internações decorrentes de abortos no país, sendo que mais de 154 mil por interrupção induzida. Estudos revelam que o número de abortos induzidos é quatro ou cinco vezes maior do que o de internações. Segundo dados do MS, foram apenas 1.523 casos de abortos legais (por estupro, ameaças à saúde materna e anencefalia fetal) no período. Ou seja, mais de 153 mil foram ilegais.

Levando em consideração que o valor médio da diária de uma internação no SUS é de 413 reais e que as hospitalizadas passem apenas um dia sobre cuidados médicos, o governo gastou quase 63 milhões de reais por conta dos abortos induzidos. Somados aos gastos com curetagens, tudo teria custado mais de 142 milhões de reais no ano passado.



Mas qual seria o perfil de QUEM ABORTA? Segundo a Pesquisa Nacional do Aborto entre mulheres que abortam 66% são católicas, 25% são protestantes ou evangélicas, 64% são casadas e 81% já tem filhos. Sobre a faixa etária: 4% tem entre 18 e 19 anos, 12% entre 20 e 24 anos, 28% entre 25 a 29, 29% de 30 a 34 anos e 27% de 35 a 39 anos.

Já no Ceará o número de aborto apresenta uma ligeira queda, mas os valores ainda são preocupantes. Pelo gráfico, segundo matéria publicada no jornal Diário do Nordeste, em 2011 foram mais de 9 mil abortos realizados no Ceará, já em 2012 caiu pra quase 8500 e ano passado pra quase 8 mil. As estimativas apontam em torno de 7500 abortos nesse ano, isso se as taxas se confirmarem.


3 de dezembro de 2014 0 comentários

Parabéns aos nossos alunos pelo Premio: Menção Honrosa da 10ª OBMEP

A Escola Santa Tereza parabeniza os alunos: Jael Batista da Silva e Matheus Evangelista Vieira, ambos do 3º Ano "A", pela dedicação e esforço na OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), os quais foram recompensados com o prêmio: Certificado de Menção Honrosa. Parabenizamos estes alunos e desejamos ainda mais sucesso.


 
;